jusbrasil.com.br
27 de Novembro de 2021
    Adicione tópicos

    Guia rápido para instalação dos programas necessários para uso de certificado digital no Ubuntu 18.04 (Linux)

    Em especial para o sistema "e-SAJ" (SafeSign/Websigner)

    Publicado por Maldito Atheist
    há 4 anos

    Instruções:

    1. Abra um terminal de comando e digite o seguinte comando para instalar os drivers p/ leitora de cartão:

    sudo apt install libccid pcscd

    2. Baixe e instale via Software Center os arquivos necessários:

    a) libgdbm3 (Link: <ftp.br.debian.org/debian/pool/main/g/gdbm/libgdbm3_1.8.3-13.1_amd64.deb>);

    b) libpng12-0 (Link <ftp.br.debian.org/debian/pool/main/libp/libpng/libpng12-0_1.2.50-2+deb8u3_amd64.deb>);

    c) SafeSign (Link: <http://www.digitalsigncertificadora.com.br/repositorio/downloads/SafeSignIC3.0.116-x86_64-ub14-tc-admin.deb>;

    d) WebSigner (Link: <https://websigner.softplan.com.br/Downloads/2.5.1/webpki-chrome-64-deb>;

    3. Instale no Firefox o plugin do WebSigner (Link: <https://websigner.softplan.com.br>; Para instalar siga as instruções da página.

    4. Clique no ícone do WebSigner no canto direito da barra superior do Firefox, e em seguida, clique no botão da direita 'Crypto devices (PKCS #11...)' (o que tem umas engrenagens no ícone), e marque a opção 'libaetpkss.so.3 (Smart cards managed by SafeSign)' e clique em OK.

    5. Plugue a leitora com o cartão e proceda com o teste:

    a) Abra o programa SafeSign que você instalou e tente abrir o seu certificado digital.

    b) Abra o eSAJ do seu tribunal local e verifique os requisitos do peticionamento eletrônico: <https://esaj.tjsc.jus.br/petpg/abrirVerificacaoRequisitosPet.do>;

    CONCLUÍDO. Se você executou tudo corretamente, estará apto a peticionar no e-SAJ. Caso contrário, verifique se sua leitora de cartão está funcionando corretamente e refaça o passoapasso da instalação.


    P.S.(1): AGRADECIMENTO E MENÇÕES HONROSAS:

    1. À empresa Softplan, desenvolvedora do e-SAJ, por disponibilizar as versões do Websigner para Linux (versões .deb para Debian/Ubuntu/etc e .rpm para Fedora). Demorou, mas tomaram as providências que deveriam e hoje são um exemplo a ser seguido.

    2. À empresa Digital Sign Certificadora, por disponibilizar a versão mais recente do SafeSign (desenvolvido pela AET Europe) para Debian/Ubuntu etc. Profissionalismo e competência invejáveis.

    P.S.(2): MENÇÃO DESONROSA:

    À empresa Certisign, certificadora credenciada pela AET Europe e conveniada à OAB, por NÃO DISPONIBILIZAR as versões do SafeSign para Linux, apesar dos inúmeros apelos dos advogados usuários de software livre. VERGONHA E INCOMPETÊNCIA!!! ("Ah, mas o sistema Linux não foi homologado por nós..." Mas por qual justo motivo ainda não foi homologado passados tantos anos? Falta de vontade? Desculpe, mas só consigo vislumbrar os motivos da incompetência e do descaso com os operadores do direito usuários de Linux - uma imensa minoria de milhares de indivíduos que dependem do referido software para desenvolver suas atividades profissionais).

    P.S. (3): O autor é advogado, usuário do sistema operacional Linux há mais de uma década e não possui qualquer relacionamento com as empresas citadas (mas confessa que sofreu horrores tentando obter, sem sucesso, suporte da Certisign, que parece querer obrigar os advogados a usar os sistemas operacionais Windows ou Mac, apesar da AET Europe já disponibilizar há anos versões do SafeSign para Linux).

    25 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    E eu me lasquei por usar a merda do certsign continuar lendo

    Excelente doutor, deu certo para mim. Obrigado por contribuir com a comunidade. Faço minhas as suas palavras de menção desonrosa à Certisign. continuar lendo

    Obrigado, colega! continuar lendo

    Valeeeeeeeeeeeeeeeu! continuar lendo